Fazhost e Grupo FazTI na África.
2017-05-31 - Exibições: 76


Um pouco mais sobre a FazTI, onde estamos no Mundo e um referencial simples destes locais.

Na África

Estamos no Marrocos;

Marrocos, oficialmente Reino de Marrocos, é um país localizado no extremo noroeste da África, estando limitado a norte pelo Mediterrâneo e pelo estreito de Gibraltar, por onde faz fronteira marítima com a Espanha e Gibraltar. Já por Ceuta, e por Melilha faz fronteira terrestre com a Espanha, sendo estes últimos enclaves espanhóis do Norte de África. O leste e o sul faz fronteira com a Argélia, a sul pela Mauritânia através do Saara Ocidental, território maioritariamente por si controlado, mas com aspirações separatistas e, a oeste pelo Oceano Atlântico. Junto com a França e a Espanha tem fronteiras simultâneas com o mar Mediterrâneo e o Oceano Atlântico. A capital do país é a cidade de Rabat, não obstante a maior cidade e mais importante economicamente ser Casablanca. Marrocos retirou-se da União Africana, quando a República Árabe Saariana Democrática foi aceite como membro pleno de direito da organização supranacional, sendo por isso o único país do continente africano a não fazer parte da União Africana.

Estamos no Senegal;

O Senegal, oficialmente República do Senegal, é um país localizado na África Ocidental. Faz fronteira com o Oceano Atlântico a oeste, com a Mauritânia ao norte e ao leste, com o Mali, a leste, e com a Guiné e a Guiné-Bissau ao sul. A Gâmbia forma um quase enclave no Senegal, penetrando mais de 300 km para o interior. As ilhas de Cabo Verde estão localizadas 560 km da costa do Senegal. O país deve o seu nome ao rio que faz fronteira com ele para o leste e para o norte e sobe no Fouta Djallon na Guiné. O atual território do Senegal tem visto o desenvolvimento de vários reinos, como o Império de Djolof, vassalo dos impérios sucessivos de Gana, Mali e Songhai. Depois de 1591, ele sofreu a fragmentação política do Oeste Africano consecutivo na Batalha de Tondibi. No século XVII, vários contadores pertencentes a vários impérios coloniais europeus se estabeleceram ao longo da costa, eles servem para apoiar o comércio triangular. A França assumiu ascendência gradual para os outros poderes e ergueu Saint Louis, Gorée, Dakar e Rufisque em comunas francesas regidas pelo estatuto dos quatro municípios. Com a Revolução Industrial, a França queria construir uma ferrovia para ligar e Lat Dior entrou em conflito com o rei Damel do Kayor. Este conflito fez com que a França elevasse o Reino de Cayor à categoria de protetorado em 1886, um ano após a Conferência de Berlim. A colonização de toda a África Ocidental é então preparada e Saint Louis e Dakar vão-se tornar duas capitais sucessivas da África Ocidental Francesa, criada em 1895. Dakar mais tarde se tornou a capital da República do Senegal, no momento da independência em 1960. O país faz parte da Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. Desde 02 de abril de 2012, o presidente do país é Macky Sall. Integrado com os principais órgãos da comunidade internacional, o Senegal também faz parte da União Africana (UA) e da Comunidade dos Estados do Sahel-Saara.

Estamos na Tunísia.

A Tunísia, oficialmente República Tunisina, é um país da África do Norte que pertence à região do Magrebe. É limitada ao norte e o leste pelo mar Mediterrâneo, através do qual faz fronteira com a Itália, ficando especialmente próxima da ilha de Pantelária e das ilhas Pelágias. Possui fronteira ocidental com a Argélia (965 km) e a leste e sul com a Líbia (459 km). A sua capital e maior cidade é Túnis, que está situada no nordeste do país. Quase 40% da superfície do território é ocupado pelo deserto do Saara. O restante é constituído de terras férteis, que foram berço da civilização cartaginesa, a qual atingiu o seu apogeu no século III a.C., antes de sucumbir ao Império Romano. Muito tempo foi chamado Regência de Tunes, um beilhique (estado satélite) do Império Otomano. A Tunísia passou a ser um protetorado francês em 1881 e adquiriu a independência em 20 de Março de 1956. O país toma a denominação oficial de Reino da Tunísia com o final do mandato de Lamine Bey, que, no entanto, não usou nunca o título de rei, tendo sido proclamada uma república em 25 de Julho de 1957. Integrada nas principais comunidades internacionais, a Tunísia faz igualmente parte da Liga Árabe, da União Africana e da Comunidade dos Estados do Sahel-Sahara, entre outras.


O que você está procurando?